0

Anaides Orth é formalizada como Governadora Indicada 2020-21

Grupo de jovens intercambistas ao redor de Anaides Orth, durante a Festa das Nações

Grupo de jovens intercambistas ao redor de Anaides Orth, durante a Festa das Nações | Foto: Laís Adriana

A Governadora Sueli Inckot, do Ano Rotário 2017-18, declarou ontem (19) a companheira Anaides Pimentel da Silva Orth como Governadora Indicada do ano rotário 2020-21. Indicada pela Comissão de Indicação do Distrito 4730, através do presidente Governador 2016-17 Armando Zocolla Filho, Anaides é presidente da Comissão da Juventude e associada do Rotary Club de Curitiba III Milênio.

 

Confira a Resolução 006/2018, que declara a formalização da indicação: RESOLUÇÃO Nº 06-2018.docx
Leia também: Comissão de Indicação propõe companheira Anaides para Governadora 2020-2021

 

Anaides Orth é Mestre em Psicologia Clínica pela UFSC e tem 3 filhos. Ela começou sua trajetória no Rotary em 2000, como cônjuge de Flavio Orth. Segundo Anaides, a decisão de entrar no Rotary como sócia foi por gratidão a família rotária. “Quando meu marido faleceu, em 2004, a minha filha estava em intercâmbio na Polônia, tinha 15 anos, e a família Rotary nos abraçou, permitindo que ela viesse ver o pai, como também voltasse”, conta Anaides Orth. Em 2005, convidada pelo Governador Paulo Zanardi, Anaides entrou para o Rotary cuidando do Projeto Jovem Destaque junto com mais duas companheiras e, segundo ela, se encantou pelo projeto.

“Agora estou na Comissão da Juventude e foi dentro dela que eu aprendi a fazer Rotary, a me apaixonar pelo que ele faz”, relata a Governadora Indicada. Presidente da Comissão desde 2015, Anaides Orth coordena a juventude do Distrito 4730, ou seja, os Interact, Rotaract e Rotex Clubs, além dos projetos Novas Gerações, Jovem Destaque, entre outros. Orth considera que sua experiência na Comissão da Juventude pode inclusive ter servido como uma preparação para o cargo de Governadora. “Venho conhecendo vários Distritos e projetos ao redor do mundo, e isso pode ser um facilitador para [criar] projetos internacionais”, conta.

 

Leia também: III Festa das Nações: uma celebração de diferentes culturas

 

De acordo com Anaides Orth, a motivação para se candidatar a governadora é, em primeiro lugar, porque o Rotary é uma ferramenta para você fazer o bem. E receber também. Anaides relata que, por exemplo, o Rotary fez a diferença na vida dos seus três filhos. Todos participaram de intercâmbio no Rotary: o mais velho, de 30 anos, se tornou advogado; a filha do meio tem 28 anos e se tornou médica; e o caçula, de 23 anos, recém-formado em engenharia, foi trabalhar na Alemanha. “Acho que é importante a gente dizer isso. No Rotary, fazendo o bem para o outro você acaba também recebendo muitas coisas boas”, conta.

Laís Adriana de Almeida

Laís Adriana de Almeida

Estagiária de Comunicação do Distrito 4730; Estudante de Jornalismo da UFPR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *